O que Rogue One tem que os outros filmes de Star Wars não tem…?

Esse é um artigo descontraído , que poderá parecer obvio pra um fã da Saga. Mas servirá como mais uma curiosidades para aqueles que ainda não estão totalmente familiarizados com os filmes. Star Wars é uma cine série de sucesso ! Isso é um fato. Mas muito desse sucesso se dá devido as boas influências e referências cinematográficas que saga tem, de filmes de samurai a western. Que ao mesmo tempo faz a cine série ser única ! Contudo, um grande fator de sucesso é o jeito como a história é contada ao espectador. Seu ritmo , sua edição e principalmente sua narrativa. É um dos grandes diferenciais que os filmes tem. Já no caso de Rogue One, temos a oportunidade de vermos pela primeira vez algo que foge totalmente dos padrões narrativos e da linguagem visual dos filmes anteriores.

A AUSÊNCIA DO LETREIRO AMARELO !

Uma das grandes marcas da Saga ! O letreiro amarelo clássico que situa o espectador na história . E na minha opinião, uma das maiores falhas do filme Rogue One , foi a ausência desse elemento tão icônico.
Essa ideia do letreiro veio da influência de George Lucas dos filmes de Flash Gordon, que ele via nas matines de Sábado durante a sua juventude. A ausência do texto , também desagradou ao criador do letreiro clássico : Dan Perri , que disse : “Francamente, é um grande erro, porque aquela imagem é tão icônica e tão importante para dezenas de milhares, centenas de milhares de fãs. Eu não consigo imaginar um filme começando sem aquilo. É idiota ”. Declarou o conceituado designer de Cinema e TV. Sobre essa questão , falo sobre isso em minha resenha do filme Rogue One :point of view Rogue One

A influência do Icônico letreiro amarelo veio dos filmes de flash gordon,. E faz parte da essência da saga.

APRESENTAÇÃO DOS PLANETAS !

Em Rogue One, agora somos apresentados aos nomes dos planetas ! Com exceção de Mustafar , lar de Dath Vader. Esse tipo de coia jamais aconteceu em nenhum dos sete filmes da saga. Mas como Rogue , se trata de um spin off , que se propõe a ser diferente dos episódios da franquia, esse recurso não atrapalha em nada.

FLASH BACKS COMO RECURSO NARRATIVO !

Algo nunca visto nos sete filmes são flash backs ! Que é a interrupção de uma sequência cronológica narrativa pela interpolação de eventos ocorridos anteriormente. É, portanto, uma forma de anacronia ou seja, uma mudança de plano temporal. O início de Rogue One , começa com flash Back de Jyn Erso ainda criança ao lado dos Pais , escondidos do Império. No intuito de fazer de Star Wars uma cine série com identidade visual própria , George Lucas , o criador nunca usou flash back para contar algo do passado . Tal coisa , sempre foi dito pelos próprios personagens da Saga , como Obi Wan falando sobre o passado do pai de Luke Skywalker em Uma Nova Esperança.

Obi Wan falando sobre o passado para Luke…

Obi Wan falando sobre o passado para Luke , com FLASH BACK !

A AUSÊNCIA DE TRANSIÇÕES ENTRE AS CENAS !


Uma transição (também chamado de wipe) é um efeito de mudança gradual de uma imagem para outra. George Lucas é famoso pelo envolvente uso de transições em seus filmes Star Wars, que ajuda a evocar uma aproximação com os antigos romances e seriados cobertos de sci-fi; Ele foi inspirado por um uso similar do diretor Akira Kurosawa de A Fortaleza Escondida ! Grande inspiração de Star Wars. Em Rogue One , também não há tal recurso. A montagem segue o padrão normal de filmes.

CENAS COM AS WIPES EM STAR WARS :

CENA FINAL COM DIÁLOGOS !

Nos sete filmes da Saga , a última cena é ausente de diálogos. Até mesmo por essa tradição , Luke não diz nada a Rey ao final de O despertar da Força. Mais uma vez é um recurso que faz parte da identidade visual. Na última cena de Rogue One, Leia diz que os planos enviados por Jyn Erso trarão esperança ! E assim acaba o filme.

https://www.youtube.com/watch?v=Ssnb-eiehoo